sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Projeto CARE


O CARE -Curriculum Quality Analysis and. Impact Review of European ECEC“ -é um projecto colaborativo financiado pela União Europeia para abordar questões relacionadas com a qualidade, a inclusão e os benefícios individuais, sociais e económicos da Educação e Cuidados na Primeira Infância (ECEC) na Europa.
O projeto começou em janeiro de 2014, e continuará até dezembro de 2016.
É um projeto  incluiu 11 parceiros e pesquisadores, entre os quais o ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa.
Possui na sua página publicações, videos e outros recursos.
Saber mais: http://ecec-care.org/

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Debate | Telemóveis e outras coisas que tais


26 de janeiro | 17h45 | Auditório 1 - Univ do Porto - - Entrada gratuita mediante inscrição, em: https://sigarra.up.pt/fpceup/


Ao longo de 2017, o OBVIE - Observatório da Vida nas Escolas organiza o seu VI Ciclo de Debates, intitulado "Às vezes em meu nome! – presenças e expetativas de alunos e estudantes na decisão e ação das escolas".

Próximos debates deste ciclo:

Património Português de Ciência e Tecnologia em novo Portal



A criação deste portal é uma iniciativa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, em parceria com o Ministério da Cultura e com o objetivo de identificar o património associado às instituições de ciência, tecnologia e ensino superior.
A primeira fase de construção do Portal decorre até 30 de janeiro, e consiste na recolha de informações. As instituições podem dar a conhecer o seu património, preenchendo o formulário disponível online.
Saber mais: https://www.fct.pt


quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Adolescentes y Familias en Conflicto: Manual de tratamiento


Chega a 18 número de universidades de Portugal que aceitam o Enem


Estudantes brasileiros já podem usar o resultado do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) como forma de ingresso em 18 instituições de ensino superior de Portugal. O convênio mais recente foi firmado nesta semana pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) com a Universidade do Minho. A parceria com o país, iniciada em 2014, também inclui universidades como as de Lisboa, Coimbra e do Porto.

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Comportamentos Aditivos e Dependências: Recomendações para a intervenção em contexto laboral



Comportamentos Aditivos e Dependências (CAD) recomendações para a intervenção em contexto  laboral
Instituto Português da Qualidade, Comissão Sectorial da Saúde 
2016

No âmbito da Comissão Sectorial da Saúde – CS/09 foi elaborado este documento que contou com o contributo de representantes de dez entidades que integraram o grupo de trabalho.
Estas recomendações dirigem-se essencialmente à intervenção relacionada com o consumo de substâncias psicoactivas no contexto laboral.

Manual “Paralisia Cerebral: guidelines para pais e educadores”


O manual “Paralisia Cerebral: guidelines para pais e educadores” surge no âmbito do Projeto InclusivaMENTE da APCB, nascido ao abrigo do concurso Educação Especial do ano 2015 promovido pela Fundação Calouste Gulbenkian. O projeto pretendeu contribuir para a tomada de decisão informada e coordenada de todos os envolvidos no trabalho com estas crianças, tendo sido desenvolvido um programa de formação e com base num modelo de colaboração entre pais/cuidadores e profissionais que trabalham/cuidam de crianças com Paralisia Cerebral e outros síndromes neuromotores. Este manual comporta as linhas orientadoras para a intervenção com esta população, resumindo das ações de formação, as linhas orientadoras para as boas práticas na intervenção educativa.

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Blogue: Software e Recursos Livres Necessidades Especiais


Nesta página reúne-se um conjunto diversificado de recursos e ferramentas pedagógicas de interesse geral, que inclui repositórios de recursos e atividades didáticas, repositórios de imagens, sons e vídeo clips gratuitos, e ainda  guias de tecnologias de apoio e fichas de construção de produtos de apoio e outros materiais adaptados.
Espaço criado por Ida Brandão, técnica do Ministério de Educação, com funções no âmbito das TIC e Educação Especial.

Recursos da CERCIFAF



A CERCIFAF foi criada em 25 de outubro de 1978, como Cooperativa de Educação e Reabilitação de Crianças Inadaptadas de Fafe, CRL, graças ao voluntarismo e  entusiasmo do Padre João Baptista Alves da Mota, Pároco da freguesia de Antime e da Comissão Paroquial de Ação Social da mesma freguesia, a que se juntaram outros fafenses sensibilizados para as questões sociais, que se uniram e, em conjunto, procuraram encontrar uma alternativa válida para que as crianças deficientes pudessem frequentar uma “escola privada” pois na “escola pública” não havia lugar para as receber.

Oportunidade para estudar no Reino Unido: 12 Universidades Britânicas no Funchal


OK Estudante leva ao Funchal, no próximo dia 27 de janeiro, 12 universidades britânicas com o objectivo apresentar aos estudantes a oportunidade de estudar num dos ensinos mais reconhecidos do mundo com propinas 100% financiadas

Local
O evento é gratuito e decorrerá no Madeira Tecnopolo - Funchal a partir das 14h. 

Neste evento, representantes oficiais das universidades vão estar disponíveis para conversar com os estudantes após a apresentação das universidades e as sessões de esclarecimento a decorrer às 14h30, 16h30 e 18h00. 
É um evento extremamente importante que dá a conhecer esta oportunidade a estudantes de todos os cantos de Portugal. Poderá consultar mais informação sobre o evento no seguinte link: http://inglaterra.okestudante.pt/tour2016 
OK Estudante é Nº1 em Portugal no encaminhamento de estudantes para universidades inglesas, com a experiência de já ter colocado mais de 2.000 estudantes em universidade britânicas com as propinas 100% financiadas.
Muitas escolas já confirmaram presença neste evento, por isso, se deseja que estudantes da sua comunidade escolar também tomem conhecimento desta oportunidade, entre em contacto comigo. Disponibilizamos autocarro gratuito de ida e volta a todos os estudantes.


sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Programa de JOB SHADOWING no Agrupamento de Escolas D. Filipa de Lencastre (APEEFL)

http://webinar.dge.mec.pt/proximo-webinar/




A Associação de Pais do Agrupamento de Escolas D. Filipa de Lencastre (APEEFL) e a direção do mesmo agrupamento iniciaram, em novembro de 2015, um programa de job shadowing. Trata-se de um projeto em que os alunos envolvidos, por períodos de 2-4 dias, fazem “sombra” a profissionais de várias áreas em contexto laboral, de forma a tomar contacto com a realidade de várias profissões. Pretendeu-se com este projeto contribuir no apoio ao processo de decisão profissional dos alunos. Os estágios decorrem nas interrupções letivas, envolvendo cerca de 120 alunos, em mais de 20 instituições de acolhimento, nas mais diversas áreas técnico-científicas. No final de cada período de JoBs, a APEEFL e a direção do agrupamento promovem uma sessão de apresentação para os alunos envolvidos, para a qual são convidados pais, alunos, professores e representantes das instituições de acolhimento. Nestas sessões, cada aluno faz uma apresentação (5 minutos) do estágio realizado e da importância do mesmo nas decisões profissionais futuras. Para a APEEFL esta experiência tem sido extremamente gratificante.

com Marisa Fonseca e Cristina Gouveia

Fundação Oriente: Bolsas 2017/18



BOLSAS PARA FREQUÊNCIA DE CURSOS DE APERFEIÇOAMENTO DE LÍNGUA E CULTURA PORTUGUESAS E DE LÍNGUAS E CULTURAS ORIENTAIS

OBJECTIVOS
A Fundação Oriente concede bolsas de estudo a candidatos nacionais de países do Extremo Oriente para a frequência de cursos de língua e cultura portuguesas promovidos pelas universidades portuguesas, e a cidadãos portugueses para a frequência de cursos de línguas e culturas de países do Índico e do Pacífico, promovidos por instituições oficiais daqueles países.

DURAÇÃO
A duração é de um ano lectivo, podendo este prazo, no caso das bolsas para aperfeiçoamento de línguas e culturas orientais, ser excepcionalmente prorrogado por períodos iguais ou inferiores, até ao limite de três anos lectivos.

CONDIÇÕES DE ELEGIBILIDADE
  • As bolsas destinam-se a candidatos que pretendam aperfeiçoar os seus conhecimentos das línguas mencionadas. Os candidatos deverão ter estudado, pelo menos durante um ano lectivo, num estabelecimento de ensino reconhecido.
  • Para aperfeiçoamento de língua e cultura portuguesas, não serão aceites candidaturas de estudantes que já estejam a viver em Portugal e/ou que já tenham beneficiado de uma bolsa de estudo de outra instituição para o mesmo objectivo.

CARACTERÍSTICAS DA BOLSA
  • O valor mensal da bolsa é fixado anualmente pela Fundação.
  • As propinas exigidas pelas instituições oficiais portuguesas para frequência dos cursos são pagas directamente pela Fundação.
  • A Fundação compromete-se a assumir as despesas da viagem de ida e volta entre o local de residência permanente do bolseiro e de utilização da bolsa.
  • As universidades portuguesas em que se realizam os cursos de língua e cultura portuguesas serão indicadas pela Fundação.

COMO CONCORRER
Nas bolsas para frequência de cursos anuais de aperfeiçoamento de língua e cultura portuguesas e de línguas e culturas orientais, os candidatos deverão preencher e entregar o formulário disponível neste sítio ou na Fundação, acompanhado dos seguintes documentos:
  • Curriculum vitae;
  • Certificados de habilitações académicas da língua que pretendem estudar ou cópias autenticadas;
  • Duas cartas abonatórias do candidato;
  • Os candidatos de línguas e culturas orientais deverão apresentar um documento de aceitação e/ou inscrição na instituição em que pretendem estudar ou a indicação das datas de inscrição, plano do curso e um calendário do ano lectivo.

Todos os documentos deverão ser entregues em português ou inglês. No caso de documentos traduzidos de uma língua oriental, deverá a tradução ser devidamente certificada.

RECEPÇÃO DE CANDIDATURAS | 2 a 31 Janeiro 2017